COMPORTAMENTO SEXUAL NA VIDA CONJUGAL

Publicado em 23/08/2016


Conforme vimos no texto que publiquei do dia 15 de agosto de 2016, OS TRÊS TIPOS DE PERFIL CONJUGAL, a vida conjugal revela-se ao longo de seu desenvolvimento em três tipos: Muleta, Espelho refletido e Elaborado. A partir desta percepção, quero neste texto refletir sobre a tendência do comportamento sexual dos casais a partir do tipo que o caracteriza.

O casal tipo muleta tende a uma vida sexual estilo “papai e mamãe”. Vive a vida conjugal mais na perspectiva da atividade sexual como uma obrigação. É tradicional na forma de expressar os carinhos e carícias, e tende a não inovar na forma de sedução ou prática do ato sexual. Ao longo da vida conjugal tende a não se desejar sexualmente, sobrando apenas a rotina das obrigações familiares. Com o surgimento dos filhos, o principal legado para o casal é a educação deles até que um dia venham a se casar. E quando isso acontecer, ficam muito satisfeitos com o papel de avós. O ato sexual é geralmente tradicional, ele sobre ela e sem a necessidade de pontuarem orgasmo. Não consegue realizar diversidade na atividade sexual.

Já o casal espelho refletido apresenta-se na vida sexual de forma bem inovadora. Busca diferentes formas de estímulo sexual, mas não se relaciona com o outro. Cada um na sua, procurando seu melhor desempenho. Cada um dá o máximo de si para si mesmo. Se ele não sente o prazer, fica revoltado consigo mesmo, se tem a ejaculação precoce, não consegue tentar na segunda vez. O tempo todo ele fica perguntando para ela se está satisfeita. Ela por sua vez, tende a se preocupar em demasia se vai chegar ao orgasmo. Se vai apresentar uma disfunção sexual, principalmente a ausência de orgasmo, prefere fingir o orgasmo a revelar seu problema. Prefere ao espelho para observar seu corpo e sempre está preocupada com o parceiro, para que não a machuque ou venha estragar seu penteado ou maquiagem. Um é o troféu do outro. Envolveram-se pelos corpos, pois na beleza do outro carregam a certeza de terem feito um grande êxito por escolher alguém que causa admiração corporal por muitos.

Já o casal tipo elaborado, apresenta-se para a atividade sexual como uma expressão de sentimentos, onde o encontro é como um presente para ambos. São inovadores e se preocupam um para com o outro, porém não estão preocupados se vão ou não satisfazer ao outro, simplesmente se entregam de corpo e alma. A atividade sexual é uma constância que emerge naturalmente e acontece por atração recíproca. Se não está desejoso do ato sexual, encontra-se para celebrar o sentimento nas diferentes possibilidades de laser. O ciúmes e o sentimento de posse são quase inexistentes.  Diante de conflitos, procura o diálogo como a melhor saída. Tende chegar ao orgasmo juntos, mesmo não estando preocupados com esta necessidade. Se um ou outro apresentam alguma dificuldade de saúde, sabem respeitar o tempo do outro e se mantém em vínculo afetivo de apoio.

É sempre bom lembrar conforme indiquei no artigo acima citado, que todo casal transita entre os três tipos, mas o elaborado tende a se perceber nestas diferentes manifestações, reposicionando com mais rapidez na condição de amadurecimento pelo diálogo. A vida sexual tende perdurar por toda existência do casal.



Compartilhe:

 




Visitas: 236

Entre em contato