UMA MENTE BRILHANTE E A QUESTÃO DA ESQUIZOFRENIA

Publicado em 10/07/2015


                                                

O filme de Ron Howard ganhador de 4 Oscar em 2002, é uma ótima opção para quem quer conhecer um pouco mais sobre os caminhos da Esquizofrenia.

Baseado na vida de Jonh Nash, ganhador do prêmio Nobel da economia, falecido neste ano de 2015 em um acidente grave quando o taxista perde o volante levando a morte também a sua esposa, ambos estavam com mais de 80 anos .

 Uma Mente Brilhante traz a trajetória de um portador de Esquizofrenia, uma doença mental que atinge 1% da população mundial, cuja ciência ainda não encontrou caminhos para a cura. Sendo uma doença de difícil diagnóstico e ao mesmo tempo caiu no modismo diagnóstico do passado de taxar que todo paciente doente mental era um esquizofrênico, por isso temos grande demanda de portadores de Esquizofrenia que se quer foram diagnosticados e jamais foram tratados adequadamente. É muito comum no cotidiano nos depararmos com pessoas esquizofrênicas, mas como não existe ainda no Brasil um sistema de saúde mental amplo e eficaz, o cidadão comum não sabe como lidar com pacientes esquizofrênicos e acabam caindo no estigma da loucura.

  Por isto, assistir ao filme Uma Mente Brilhante, é uma ótima opção para quem deseja conhecer mais sobre a doença e ao mesmo tempo para quem deseja passar um momento de encontro com a força do amor nas relações entre os amigos e familiares. 

O filme é sem dúvida brilhante para a produção cinematográfica mundial. Nele você terá uma aula do que verdadeiramente é a esquizofrenia. Vale a pena conferir.


Compartilhe:

 




Visitas: 403

Entre em contato