”INTOLERÂNCIA RELIGIOSA”: Um belo tema, que gera consciência

Publicado em 09/11/2016


O tema da redação do ENEM 2016 parece que novamente pegou muitos alunos de surpresa. Enquanto os cursinhos e seus professores especialistas em palpites para a redação apostam em temas mais chocantes, ou emergentes e impactantes, os responsáveis pela redação do ENEM nos últimos anos tem apostado em temas estruturais, de raiz. Isso é, tema de consciência cidadã. Destes que estão emaranhados no cotidiano de todos, sem que os percebamos com facilidade. O penúltimo foi sobre comunicação social e a publicidade infantil, o último sobre violência às mulheres e agora sobre a intolerância religiosa. 

Quando escuto comentários de alunos criticando estes temas fundamentais  da estrutura social, cultural e antropológica , fico pensando que é por que o aluno precisa se colocar, se comprometer com temáticas que muitas vezes ele mesmo tem dificuldade de lidar. Sabemos que aqueles que avaliam as provas, medem também o nível de consciência cidadã do aluno, estes não podem escrever com enfoques preconceituosos. Precisam elaborar uma redação meio que “politicamente correta”. Imaginem um aluno dizendo em sua redação que de fato todos podem praticar a religião que melhor se adaptam e que em cada uma delas há valores, mas na conclusão de seu texto diz que “no fundo só Jesus de fato cura...”, ou que “... só pelo cristianismo se obtêm a salvação eterna...” ou se dizer que “... um ateu um dia poderá receber a graça da conversão...”. Enfim, pode ver seu texto sendo desqualificado pela banca examinadora.
Pode ser que no ENEM do ano que vem, os responsáveis pela prova de redação sigam o conservadorismo do bando de Temer, e se preocupem apenas em avaliar se o aluno sabe escrever, pura e simplesmente. O certo, é que até agora prevaleceu temas de forjar consciência pública e cidadã. Acho que neste caminho temos um excelente meio de fomentar debates e provocar o jovem a pensar, a ver além de seu próprio umbigo que é apena de passar no vestibular. Afinal são mais de 8 milhões de alunos pensando sobre um mesmo tema.


Compartilhe:

 




Visitas: 316

Entre em contato