Sexo oral pode causar câncer

Publicado em 05/09/2015


Com as declarações do vocalista da banda Iron Maiden Bruce Dickinson para a rádio Sirius-XM de que adquiriu o câncer  de língua através da prática do sexo oral, levantou mais uma polêmica sobre a liberdade sexual tão apregoada há anos, que teve um freio na emergência da AIDS e agora com  a questão do vírus HPV. Este vírus que sempre foi associado como decorrente da prática sexual e se enquadrava nos parâmetros das DST’s, agora já entra como um vírus endêmico e que se configura em uma das possibilidades de infecção feminina sem que necessariamente seja apenas pelo ato sexual. Desta forma, com a evolução do vírus para uma tendência quase que estrutural da fisiologia feminina, há um aumento de diagnósticos de câncer de boca que já estão diretamente associados os HPV, sendo que no passado este tipo de câncer estava mais associado ao álcool e ao cigarro.

Aquela prática sexual muito explorada pela indústria pornográfica e que ressalta as principais fantasias de  homens e mulheres para o ato sexual. Um recurso lúdico que gera facilidade para a busca do prazer  sexual, agora começa a ser mais um elemento de preocupação para o lazer sexual. E isto serve também para relações estáveis onde há posicionamento de fidelidade entre os parceiros sexuais, principalmente nas relações heterossexuais, pois nas mulheres a emergência do HPV já se constitui uma possibilidade quase que natural para o sistema imunológico feminino.

O desejo d’alma muitas vezes não acompanha os limites do corpo. Por isso mesmo que corpo e psique separados podem causar um estrago. Quanto mais evoluímos na ciência, mais descobrimos que a vida sexual voltada apenas ao prazer do corpo não trará a plena felicidade e ao contrário expõem os amantes a patologias de risco à vida. Com certeza, o câncer  do vocalista Bruce trouxe a ele uma nova posição em relação a forma de buscar seu prazer sexual.


Compartilhe:

 




Visitas: 697

Fonte: Jornal a tribuna 5/09/2015

Entre em contato