Presente ao pai, palavras escritas massageiam a alma

Publicado em 11/08/2021


Neste dia dos pais de 2021 recebi três presentes em espécie dos meus três filhos, Samuel Iauany, Davi Taynã e Helder Manacô. Os três fizeram uma “vaquinha financeira” e escolheram três peças temáticas: duas regatas para corrida, um vinho português e um par de chinelos. Sempre incentivamos esta prática na vida de nossos filhos, no dia das mães eu comprava um presente para cada um ofertar para minha esposa INA, e ela fazia o mesmo no dia dos pais. Depois, já na adolescência, eles iam até as lojas e já escolhiam. Agora, depois que tornaram jovens adultos, já se propõem a compor uma “vaquinha” financeira para tal.


Até aí, nada de novidade. Ajudamos o ciclo mercantilista destas datas, mas com certeza colaboramos para o comércio, que emprega muita gente.


A diferença neste ano foi que cada um dos filhos registrou em palavras escritas uma bela mensagem para externar o sentimento do dia dos pais. Nossa! Aí a sensação foi muito boa. Os presentes sempre são bem-vindos, ainda mais se utilitários. No mesmo dia, à noite, já fui correr com uma das regatas que ganhei. Mas a escrita do sentimento filial ao pai está cravada na existência da alma. É de fato uma massagem na alma.


Aqui, deixo registradas as mensagens:


" Feliz dia dos pais!
Obrigado por desejar a vida de tal forma que hoje há em mim uma chama que nunca apaga! Obrigado por delinear em nós, seus filhos, um traço forte deste desejo, que movimenta muito e, com certeza, continuará gerando efeitos por gerações…Vc sempre gosta de acreditar que está escrevendo história, sim, há uma história inscrita e, ao mesmo tempo, endereçada ao futuro, ainda por se fazer. Isso é vida, esse é o pai que eu tive, tenho, vou ter… " (Samuel Iauany, 28 anos) 

"Ser pai é estar sempre presente na vida dos filhos, seja do jeito que for, e nunca parar de idealizar o melhor para eles. Ser pai é estar aberto para aprender durante o caminho, e entender que essa é a melhor maneira de ensinar também. Ser pai é tentar sempre estar na melhor versão, pra mostrar que nunca devemos parar de correr atrás! Ser pai é tudo isso que eu aprendi com você, obrigado por ser um exemplo! Te amo." (Davi Taynã, 24 anos)


"Pai, Um bom vinho para as noites de música e partilha com a coroa. Um par de chinelos na sua caminhada da vida. E as regatas para você continuar cuidando de sua saúde. Quero dizer que olho para você com muito amor e carinho, só tenho o que agradecer a você. Tive a sorte de ser abençoada com um pai que move montanhas para ver sua família bem. Obrigado por tudo e que você tenha um maravilhoso dia dos pais. Te amo." (Helder Manacô, 19 anos)


Este dizer escrevendo é sentimento preso. A escrita crava o que por palavras o vento pode levar. Chegar à vida adulta dos filhos recebendo estas belas declarações dá a sensação de que eles estão no caminho da construção da autonomia pessoal.


A paternidade é uma escolha e é um legado de cada pai. Assim, sou pai de três filhos. Mas os filhos na vida adulta já não são meus e nunca foram. Simplesmente emprestei minha vocação de pai e minha escolha de paternidade para ajudar três cidadãos a trilharem seus próprios destinos a partir de suas escolhas pessoais. Mas muito agrada a um pai ver que os filhos, já na vida adulta, escolhem também referenciar o pai como alguém que ajudou e ajuda a estruturar os alicerces deles.


Sempre incentivei meus filhos nesta arte de escrever sentimentos, ou pela escrita corrente ou por alguma expressão artística. Pois este legado humano da escrita, que faz a história perpassar, é a possibilidade de se fixar sentimentos.


Hoje, eles escrevem bem e podem utilizar esta facilidade para continuarem a expressar sentimentos. Quem sabe de também um dia trilharem este ciclo de uma paternidade amorosa (fato que o Samuel Iauany já iniciou gerando a neta Luna), capaz de verbalizar e deixar registrado na escrita para que eles desejarem o profundo sentimento do EU TE AMO.


Compartilhe:

 




Visitas: 127

Entre em contato