Céu e Mar - Passagem - 2020/2021

Publicado em 30/12/2020

Céu e Mar - Passagem - 2020/2021
Ao céu infinito azul,
ao mar verde mar.
Fluir em ventos do sul.
Nem tanto ao céu como ao mar.

Ao mar finito perto vou ficar.
Ao céu infinito incerto estou.
Aqui da praia a cantar,
coisas e sons que não sou.

Céu Azul pinçado de núvens brancas,
como são as brancas espumas de suas ondas.
Vida se vislumbra como asas brandas.
Corpo se esvai para além das quantas.

Tempo de incertezas e temores.
Mesmo ao infinito brota os amores.
Aqui ao mar tão perto e com dores.
Ali ao céu tão distante mas com flores.

Do céu azul infinito plena luz.
Do mar verde finito esperança faz.
Há de ser cruz,
antes mesmo, plantar a paz.

E finda o que era desespero,
desesperança.
Começa novo tempo que espero,
esperança. 
Céu e Mar - Passagem - 2020/2021

Compartilhe:

 

 

Visitas: 154



Entre em contato